Sistema PIMS: definição e princípios

Na realidade da Indústria 4.0 é essencial contar com sistemas e ferramentas que auxiliem a organização das informações. Ao utilizar um sistema de gestão da informação industrial como o PIMS se torna uma atitude estratégica e necessária neste cenário.

Em uma indústria que possui um processo produtivo contínuo, incontáveis dados são gerados a todo o momento. E como os dados são coletados de diferentes fontes, ter um único sistema de armazenamento é muito importante.

Com o objetivo de organizar e acessar dados históricos e atuais, realizar comparações e entender indicadores, o sistema PIMS é bastante útil.

Neste artigo você vai entender os princípios de um sistema PIMS e como ele pode beneficiar a sua operação industrial. Da mesma forma, os desafios são apontados e discutidos, bem como uma conclusão prática sobre a aplicação na indústria 4.0.

O que é o sistema PIMS

Para entender a definição de um sistema PIMS é preciso imaginar o ambiente industrial atual, que gera dados de diferentes fontes que precisam ser armazenados, acessados e avaliados com facilidade.

Um sistema PIMS ou Plant Information Management System é uma solução que realiza a gestão de todos os dados gerados a partir da integração dos sistemas, bem como armazenamento e disponibilização destes dados em diversos formatos.

Dessa forma é possível ter um entendimento global de uma planta industrial e unir dados com origens completamente diferentes, mas que se conectam para avaliação de indicadores, planejamento de produção e estratégias de negócio.

Leia também: A importância do Big Data e análise de dados nas indústrias.

A partir da utilização do sistema PIMS é possível ter as informações armazenadas em formato de tabelas, gráficos e outras ferramentas visuais, o que se torna bastante útil em uma rotina industrial com prazos de entrega e necessidade de avaliação das metas todos os dias, ou até em diferentes turnos de trabalho.

Diferentes fontes de dados; Informação; Conhecimento

Com os dados armazenados em um único sistema PIMS, estes podem ser transformados em informação de qualidade e utilizados de forma inteligente e estratégica para adquirir conhecimento sobre questões macro como o processo produtivo em geral, ou então processos mais específicos dentro de uma linha de produção.

Por que utilizar um sistema de gestão de informação industrial

Existem diversos benefícios e vantagens ao utilizar um sistema PIMS para realizar a gestão de todos os dados e informações coletadas em uma indústria. Como já mencionado, para processos industriais que acontecem de forma contínua, se torna ainda mais importante, visto que diferentes pessoas atuam na fábrica e os dados são gerados constantemente.

Assim, é possível garantir a coleta destes dados, que poderão ser utilizados quando for necessário para avaliações e tomada de decisão referente a alguma falha ou melhoria do processo como um todo.

Com a falta de um sistema para fazer a gestão, se torna inviável a utilização de forma estratégica para trazer insights e ideias de inovação.

Os três principais benefícios ao utilizar um sistema PIMS são:

1. Conhecimento estratégico e antecipação de tendências

Sem dúvidas o grande motivo para utilizar um sistema PIMS para gerir as informações de uma indústria é justamente essa habilidade de unir dados de todos os processos.

Dessa forma, é possível obter conhecimento estratégico e antecipar acontecimentos e tendências, pois equipamentos e linhas de produção inteiras demonstram diferentes sinais antes de apresentar alguma falha por exemplo.

Assim, ao ter sistemas conectados a partir da Internet das Coisas, a sua indústria está a um passo na frente na implementação da Indústria 4.0 e vendo os resultados destas iniciativas no dia a dia.

2. Decisões inteligentes e ágeis

A partir da utilização do sistema é possível utilizar estratégias de inteligência de negócios para obter insights valiosos sobre os processos.

Considerando uma indústria de processo contínuo, ou até processos menores, erros, falhas ou paradas inesperadas atrapalham o andamento do processo e geram desde pequenos até grandes prejuízos para as empresas.

Pensando nisso, entender as informações qualificadas que chegam até os gestores, e transformá-las em conhecimento para tomada de decisão é outra grande vantagem do uso de um sistema PIMS.

3. Acesso a dados estratégicos de diferentes datas

O terceiro grande benefício de usar sistemas de gerenciamento de informações industriais é poder acessar tudo o que foi coletado de dados em diferentes períodos, realizar comparações, fazer relatórios e ser realmente estratégico com as informações que estão disponíveis.

Muitas vezes gestores buscam respostas em conversas com os operadores, ou estudos de casos e comparando com a situação em outras fábricas de outras filiais.

Entretanto, é possível obter todas as informações (com muito mais qualidade e confiabilidade), dentro do próprio processo produtivo. Para conseguir isso, utilizar as ferramentas corretas, ter a organização necessária e processos bem definidos garantem resultados e produtividade para o negócio.

Dificuldades em trabalhar com PIMS

Mesmo com muitos benefícios e vantagens, alguns desafios acontecem ao utilizar um sistema PIMS.

Imagine sua indústria hoje utilizando um sistema que permite coleta e armazenamento de dados de diferentes fontes, para serem utilizados de forma estratégica para o seu negócio.

A sua realidade hoje permite essa integração de sistemas, principalmente com sistemas gerenciais?

Listamos abaixo os maiores desafios enfrentados, mas que podem ser resolvidos se bem trabalhados:

1. Integrar diferentes ferramentas e departamentos

Constantemente a falha de comunicação é apontada como um problema nas empresas. Diferentes processos, responsáveis e metas acabam dificultando conversas, reuniões, alinhamento de ideias e priorização de atividades.

Assim, esta dificuldade acaba se refletindo quando uma nova ferramenta passa a ser utilizada. É preciso que diferentes departamentos trabalhem em conjunto, para que as informações sejam melhor utilizadas em diferentes ferramentas e sistemas disponíveis, para então resultar em maior produtividade das indústrias.

2. Falta de preparação para evitar desperdícios e prejuízos

Com a utilização de um sistema PIMS, equipes e processos produtivos inteiros têm a oportunidade de crescer e alcançar maiores e melhores resultados.

Para que isso realmente aconteça, é preciso utilizar o conhecimento proporcionado pelos dados e ser realmente estratégico.

Porém, na hora de colocar a teoria em prática, gestores acabam tendo dificuldade de incluir este tipo de atividade na rotina, o que prejudica o resultado final esperado.

3. Definir as metas e acompanhar os resultados

Com o objetivo de ter um processo realmente eficiente e produtivo, é necessário, além da definição das metas, realizar o monitoramento dos indicadores de sucesso.

Para que as metas sejam definidas de acordo com a nova realidade operacional da indústria, é preciso ser assertivo e estratégico, e buscando entender quais são os resultados esperados ao utilizar uma ferramenta de gestão de informações industriais.

Depois, com o monitoramento dos resultados, é possível tirar conclusões sobre a eficiência das ferramentas utilizadas, e entender quais são os melhores caminhos a seguir para o próximo período de atividade (seja mensal, trimestral ou até semestral).

O PIMS na Indústria 4.0

Como foi possível perceber, ao utilizar um sistema PIMS diversos pilares da Indústria 4.0 entram em ação. O conceito de indústria 4.0 explica que hoje fábricas conectadas pela Internet das Coisas, com sistemas autônomos e inteligentes são a realidade e futuro das indústrias.

Dessa forma, é preciso planejamento e organização na hora de adaptar processos produtivos inteiros.

Considerando que a implementação dos diferentes pilares esteja de acordo com o esperado, que os dados gerados são armazenados de forma correta e os sistemas estão conectados, resultados extremamente positivos podem ser vistos.

Entretanto, se não existir um plano de ação definido que seja executado conforme o determinado, desafios podem acabar surgindo.

Você já utiliza um sistema de gestão de informações industriais (PIMS) na sua indústria? Compartilhe a sua experiência com o uso de dados de forma estratégica nos comentários!

Adicionar comentário